terça-feira, 5 de agosto de 2008

12°

Pobre coração.
Agora desmascarado, vai acabar ficando de lado...

E é bom que fique, pois já causou problemas demais por hora

Traindo quem lhe alimentava, com tanto carinho e ingenuidade.


Pobre dono.

Agora consciente, sente a dor da consequência...

De dar ouvidos a tão cruel traidor, por tanto tempo
Confiando cegamente, em quem lhe apunhalaria pelas costas.


Fácil seria simplesmente condenar um culpado.

Difícil é olhar para trás e avistar tanto tempo perdido...

Vivendo uma vida vazia

Sonhando sonhos que nunca passarão de sonhos.


E porque não dizer que ambos são culpados?
"Quando um não quer, dois não brigam"...
Se a inocência não quisesse, o coração não teria conseguido fisgá-la

Tal pensamento dói, lá, num fundo escuro.


Assentado em um troninho, ele mandava e desmandava.

Fazia e dizia o que lhe desse na telha...

Mas quem criou o tal monstrinho, foi seu próprio dono

O qual lhe deu a comida errada primeiro.

O trono é de outro.

Quem manda e desmanda não pode ser alguém corrupto como o coração...
Então é entronizado um Rei

Único digno de toda glória, honra, atenção e devoção.


Hoje eles se entreolham brigados, dono e coração.

Um quer sair do outro...

Para desgosto, impossível o é

Terão é de aprender a caminhar juntos, cada um em seu devido lugar.

Sai o coração do seu "o mestre mandou".
Desprezado, vai ficar bem quietinho. Se não por bem, por mal...
E finalmente, minhas felicitações ao dono, cujos olhos se abriram
Antes tarde do que mais tarde.


~]

6 comentários:

C.S. disse...

poxa, estou sem palavras depois de ler esse texto, moça... realmente MUITO bom, gostei de verdade!

Quando eu crescer eu quero ser q nem você, pra poder escrever os melhores textos do mundo..


;**

Tiago disse...

opa... olha eu aqui de novo... rsrs
ta ai...o link pro meu blog
rsrs
http://pumbaeu.blogspot.com/
blza...
então...é isso...
bj e a gente se fala...

flexa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
flexa disse...

ah coração quem te fez tão cruel
tao enganoso salafrario
sedutor com suas palavras tao doces
um dia ainda te pego
e num outro também
ah coração imortal
inimigo real
que todo dia se levanta
pra fazer(o dizem)
meu bem
ou trazer(por certo)
o mal
coração, o que que eu faço contigo

te guardo no fundo do poço







coração
amigo(?)

***
prossegue nisso scap
até me incentivou
no verso viu?

Vinicius Barajas disse...

HÁ, Deus tem um coração...
Um coração que chora com a morte do seu amigo
Um coração que se compadece com os famintos
Um coração cheio de graça para com os ingratos.
Um coração sensível, pois é Um Deus pessoal.
Um coração que compartilha com o meu e o teu coração seu pathos " seus sentimentos"

Guilherme disse...

Puxa! Eu tinha começado um crônica muuuito parecida...
Mas não fui competente ainda pra terminá-la hehe...

Quando crescer quero ser que nem você Sarinha
=)